Sala de Imprensa

Press releases

HISPAMAR leva Internet via satélite à escola estadual no interior de Goiás

4 de Fevereiro de 2021

• Utilizando a capacidade espacial em banda Ku do seu satélite Amazonas 3, a operadora está disponibilizando conectividade em alta velocidade através de demonstração gratuita

RIO DE JANEIRO, 04 de fevereiro de 2021. A HISPAMAR, filial brasileira da operadora espanhola de satélites de telecomunicações HISPASAT, está levando acesso à Internet à Escola Estadual Geraldo Batista de Oliveira, no distrito de Oloana, em Hidrolândia, interior de Goiás. A operadora satelital foi procurada pelo SINDISAT - Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite - que solicitou a implantação de um ponto banda larga com o objetivo de demonstrar a relevância da tecnologia satelital e fomentá-la em regiões mais remotas do Brasil. Conhecida como a maior produtora de jabuticaba do país, Hidrolândia conta com aproximadamente 20 mil habitantes e está localizada a 35 km da capital Goiânia, uma cidade onde os serviços de internet ainda apresentam muitas limitações em função do déficit de cobertura que comumente ocorre em regiões mais afastadas dos grandes centros urbanos.

A pedido da Paróquia Santa Luzia, que conhece bem as dificuldades enfrentadas pela escola e se mobilizou para conseguir o serviço em benefício dos estudantes locais, a Arquidiocese de Goiânia, foi a responsável por facilitar o trâmite de toda a documentação junto à HISPAMAR. Para concluir a implantação do serviço, a operadora teve o apoio da Global Eagle, empresa líder em soluções de conectividade, responsável por ceder a antena VSAT e os demais equipamentos necessários à recepção do sinal satelital. Através dessa parceria, a HISPAMAR pôde finalmente disponibilizar à escola o acesso à internet via satélite de alta velocidade. A princípio, o serviço será prestado em caráter experimental e de forma gratuita, utilizando a capacidade espacial em banda Ku do satélite Amazonas 3.

Para Sérgio Chaves, diretor de negócios para a América do Sul da HISPAMAR, "sem dúvidas, o satélite é inclusor. Através dessa tecnologia, conseguimos facilmente levar internet a áreas rurais ou menos povoadas, de maneira muito rápida e prática”. Chaves considera esse tipo de iniciativa muito importante, pois “se por um lado estamos tendo a oportunidade de demonstrar a eficiência e o papel primordial que o satélite tem na ampliação da conectividade e inclusão digital da população brasileira, por outro, é extremamente gratificante podermos oferecer um bem essencial à essa escola, justo num momento tão crítico como o que estamos passando com a pandemia”.

Alex Castillo, diretor de operações da Global Eagle no Brasil, destacou que “nossa empresa possui um longo histórico e uma forte experiência em habilitar conexões via satélite para milhões de pessoas em qualquer lugar. Estamos orgulhosos em participar de um projeto como este que leva acesso de alta qualidade a locais remotos, contribui para a inclusão digital e ainda demonstra o quanto a conectividade via satélite é essencial dentro do cenário brasileiro atual”.

Luiz Otávio Prates, Presidente do SINDISAT, declarou que “o sindicato está muito satisfeito com a parceria fechada com a HISPAMAR, fundamental para viabilizar esse projeto”. De acordo com Prates, incentivamos a instalação de demonstrações gratuitas em localidades desconectadas ou mal atendidas em função da infraestrutura precária. Outras regiões dos estados de Goiás e do Maranhão também contam com projetos como esse e pretendemos continuar promovendo a conectividade via satélite pelo interior do país com o intuito de mostrar a relevância dos satélites para a universalização da banda larga no Brasil”. Essas ações também tiveram como objetivo o fomento de uma importante discussão: os altos tributos aplicados até o final de 2020 sob a instalação de antenas VSAT - equipamento essencial para a prestação desse tipo de serviço. Prates salienta que “até então, uma única antena VSAT pagava de Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações) R$ 201,12 ao ano, o que dificultava a competitividade do serviço nas regiões mais carentes de conexão. Mas após muitas batalhas, conseguimos mostrar às autoridades a necessidade de se rever essa taxação e, finalmente, a partir de 1º de janeiro de 2021, a Medida Provisória 1.018/2020 entrou em vigor, reduzindo significativamente as taxas de Fistel, Condecine e CFRP. O próximo passo é converter a MP em lei ainda no 1º semestre. Estamos confiantes de que esta é uma luta a ser vitoriosa para o setor e o consumidor final, que deverá se beneficiar da redução de tributos”, concluiu o presidente do SINDISAT.

Sobre a HISPAMAR

A HISPAMAR é a filial brasileira da HISPASAT, operadora de satélites do grupo espanhol Red Eléctrica e principal ponte de comunicações entre a Europa e as Américas. A empresa comercializa o sistema satelital da HISPASAT e opera a frota de satélites Amazonas. Com uma das melhores capacidades do mercado satelital latino-americano, a HISPAMAR é uma operadora de referência na região e atende às principais emissoras de TV, operadoras de telecomunicações, corporações e governos, por meio da prestação de serviços de conectividade via satélite que incluem acesso à Internet de alta velocidade, backhaul de redes celulares, contribuição e distribuição de conteúdo audiovisual, além de outras soluções de valor agregado. Para mais informações, acesse: www.hispamar.com.br

Contato de Imprensa:

Cristina Domingos – cdomingos@hispamar.com.br

Sobre o SINDISAT

O Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite - SINDISAT - é o sindicato patronal que representa, em âmbito nacional, as operadoras de satélites de comunicação, prestadoras de serviços via satélite e a indústria de equipamentos de telecomunicações via satélite que atuam no Brasil. A entidade coordena, defende e protege os interesses sociais, políticos e econômicos do setor através do diálogo junto às autoridades brasileiras, visando também o interesse do consumidor. Um de seus papéis é representar o posicionamento de suas representadas sobre temas relativos às telecomunicações via satélite em discussão pelas autoridades brasileiras, dentre elas, a agência reguladora ANATEL, assim como o Congresso Nacional, em temas das áreas tributária, econômica, ambiental, operacional, de segurança e de relações de consumo que mereçam especial atenção da indústria. O SINDISAT também colabora com o Estado e a sociedade atuando como órgão técnico e consultivo através da apresentação de estudos e soluções dos problemas que se relacionem à sua categoria. www.sindisat.org.br

Sobre a Global Eagle

A Global Eagle é líder no fornecimento de mídia, conteúdo, conectividade e análise de dados para os mercados aéreo, marítimo e terrestre. A empresa oferece um conjunto integrado de conteúdo de mídia rico e soluções de conectividade contínua para companhias aéreas, cruzeiros, navios comerciais, iates de luxo, balsas e locais terrestres em todo o mundo. Com aproximadamente 1.100 funcionários e 30 escritórios em seis continentes, a empresa oferece um serviço excepcional e suporte rápido a uma base de clientes diversificada. www.globaleagle.com



Este sitio web usa cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y recoger información sobre su navegación. Si pulsa "aceptar" o continua navegando consideraremos que admite el uso e instalación en su equipo o dispositivo. Encontrará más información en nuestra Política de Cookies.