Sala de Imprensa

Press releases

Hispasat será a operadora de satélites do projeto que fará de Barcelona um hub chave para testes 5G na Europa

28 de Fevereiro de 2018

A operadora espanhola faz parte da equipe que realizará os testes para a definição de infraestruturas híbridas destinadas a serviços de 5G e à medição dos indicadores.

Na proposta, apresentada à Comissão Europeia, está implicado um consorcio com mais de 40 empresas e entidades públicas e privadas.

A Hispasat também participa de outros projetos para a integração dos satélites de telecomunicações no ecossistema 5G que começa a tomar forma.

MADRI, 28 de fevereiro de 2018. A Hispasat, operadora espanhola de satélites de telecomunicações, anunciou no Mobile World Congress sua participação na equipe de empresas que realizará os testes do projeto de redes híbridas que, mediante a combinação mais eficiente de diferentes tecnologias espaciais e terrestres, proporcionarão no futuro os serviços da quinta geração de telefonia móvel (5G). A iniciativa, chamada 5GBarcelona, pretende transformar a cidade em um laboratório vivo no qual será experimentada a implantação das novas infraestruturas necessárias para o desenvolvimento da conectividade 5G em seus distintos usos e verticais. Dentro dessa iniciativa, a Hispasat participa de uma proposta, em fase de avaliação por parte da Comissão Europeia, que poderia ser financiada através do programa 5G-PPP da UE.

Um satélite da Hispasat participará deste projeto a fim de que os indicadores de rendimento que foram fixados como padrão possam ser testados e validados. Trata-se de uma iniciativa de I+D muito relevante, liderada pela Fundação i2CAT e na qual também participam entidades como o Centre Tecnològic de Telecomunicacions de Catalunya (CTTC), a Universitat Politècnica de Catalunya (UPC), Seat e Huawei, entre outras. O projeto piloto servirá para integrar o satélite como mais um componente nas futuras arquiteturas 5G e permitirá demonstrar que a combinação satélite-terrestre 5G pode tornar a distribuição de vídeo mais eficiente por meio de técnicas de conteúdo pré-gravado codificado (code caching), bem como comprovar o suporte à essa integração através da virtualização de funções de rede.

Também validará o indicador de localização para estender a faixa de serviços 5G a áreas mal atendidas ou não conectadas. Os casos de uso que se pretende estudar estão relacionados aos temas carro conectado, cidades inteligentes, hospital conectado, segurança pública e realidade virtual imersiva, onde serão verificados dados sobre velocidade, latência e rendimento das diferentes tecnologias, além da melhora da eficiência que permitirá sua combinação. Espera-se que os trabalhos possam ser iniciados em setembro deste ano, uma vez aprovado o programa por parte da Comissão Europeia, e está prevista a realização de uma demonstração em Barcelona em 2019.

Outros projetos 5G

Além disso, a Hispasat também está participando ativamente de outros projetos europeus focados no desenvolvimento da futura geração de serviços móveis 5G, como o chamado NRG5, que tem entre seus objetivos a manutenção preditiva das linhas de distribuição elétrica e usinas de gás através do uso de drones. Neste case, a Hispasat contribuirá com a conectividade para unir estações base remotas ao centro de controle e operações, ao qual serão retransmitidos os dados solicitados pelos drones, e analisará os requisitos e a arquitetura de redes precisa para este serviço.

Por outro lado, a Hispasat faz parte do grupo de 16 grandes empresas da indústria satelital que assinaram em 2017, durante o Paris Air and Space Show, uma declaração conjunta com a ESA para colaborar no projeto Satellite for 5G. Como parte dessa iniciativa, cujo desenvolvimento está previsto para 2018-20, a ESA e as operadoras de satélites, os fornecedores de serviços e os fabricantes trabalharão juntos em testes de serviço 5G, atividades transversais e em seu alcance.

Todos esses projetos ocorrem dentro do programa europeu 5G-PPP (Public-Private Partnership) que está organizado em três fases. A primeira foi orientada a apresentar soluções inovadoras nas quais se possa basear o 5G. Na segunda fase (NRG5), em curso, pretende-se colocar em prática o que for desenvolvido na etapa anterior. No fim de janeiro de 2018 foi encerrada a primeira convocatória de projetos para a terceira fase, onde são solicitados projetos piloto de 5G e cidades que sejam postulados laboratórios urbanos (5GTrial).

Sobre a HISPASAT

A HISPASAT é formada por empresas com presença tanto na Espanha como na América Latina, onde a sua filial brasileira HISPAMAR está localizada. A companhia é líder na difusão e distribuição de conteúdos em espanhol e português, incluindo a transmissão de importantes plataformas digitais de DTH (Direct to Home) e Televisão de Alta Definição (HDTV). A HISPASAT também provê serviços de banda larga via satélite e outras soluções de valor agregado para governos, corporações e operadoras de telecomunicações nas Américas, Europa e norte da África. A HISPASAT é uma das principais companhias do mundo em receita no seu setor e a principal ponte de comunicação entre a Europa e as Américas.

Contato de imprensa:

María Felpeto – mfelpeto@hispasat.es / comunicacion@hispasat.es

Cristina Domingos – cdomingos@hispamar.com.br


Este sitio web usa cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y recoger información sobre su navegación. Si pulsa "aceptar" o continua navegando consideraremos que admite el uso e instalación en su equipo o dispositivo. Encontrará más información en nuestra Política de Cookies.