Sala de Imprensa

Press releases

Um colégio brasileiro, vencedor do Concurso Espacial Apolo na categoria de Pesquisa, patrocinado por HISPASAT

23 de Maio de 2019

O prêmio de pesquisa, centrado este ano no tema “Utilidade e benefício dos satélites”, foi para o trabalho “Até que ponto a tecnologia dos satélites que disponibilizou o sistema GPS influencia no tempo da vida das pessoas”, apresentado pelo Colégio Miguel de Cervantes de São Paulo (Brasil).

A equipe brasileira formada por Mariana Camargo Rubim, Rafaela Boyadjian Anjos e Camila Castillo Paranhos desfrutará de uma estadia espacial em Madri, durante o mês de junho, com todas as despesas pagas, que incluirá uma visita ao centro de controle de satélites da operadora em Arganda del Rey.

Madri, 23 de maio de 2019. O júri da sétima edição do Concurso Espacial Ibero-americano Apolo, dirigido a jovens de 14 a 16 anos, já emitiu o veredito e foram conhecidos os vencedores. O prêmio na categoria de pesquisa, patrocinado pela operadora espanhola de satélites de telecomunicações, HISPASAT, foi para o trabalho intitulado Até que ponto a tecnologia dos satélites que disponibilizou o sistema GPS influencia no tempo da vida das pessoas, apresentado pelo Colégio Miguel de Cervantes de São Paulo (Brasil). Sua realização ficou a cargo da equipe formada pelas alunas Mariana Camargo Rubim, Rafaela Boyadjian Anjos e Camila Castillo Paranhos e dirigida pela professora Patrícia Aparecida Campos.

Neste ano, pediu-se aos estudantes que participaram na categoria de Pesquisa que trabalhassem sobre a “Utilidade e benefícios dos satélites” e sua contribuição para o desenvolvimento da ciência, da sociedade e da melhoria da vida das pessoas.

O trabalho premiado tem como objetivo demonstrar como os satélites de geoposicionamento podem contribuir para nosso bem-estar, reduzindo o tempo dos nossos deslocamentos. A equipe vencedora elaborou e colocou em prática um experimento para coletar dados reais de dois grupos de pessoas que têm que percorrer um labirinto com ou sem indicações do caminho a ser seguido. Da análise dos dados obtidos, concluiu-se que a utilização da tecnologia GPS facilitada pelos satélites é um meio muito eficaz para diminuir o tempo dos nossos trajetos e ganhá-lo para outras atividades.

O júri valorizou a originalidade do trabalho, a utilização de um método experimental como base da demonstração e sua engenhosa formulação, bem como a capacidade das estudantes para envolver outras pessoas em seu projeto e para aplicar uma metodologia científica. Todos os vencedores nas distintas categorias desfrutarão de uma estadia de uma semana em Madrid com as despesas pagas, durante a qual visitarão centros de pesquisa espacial, conversarão com cientistas e técnicos e participarão de outras atividades culturais e educativas.

Nesta edição do Concurso Espacial Apolo participaram 252 equipes da Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, Espanha, México e Peru. Pela primeira vez neste ano, graças ao patrocínio da Hispasat, o âmbito da convocatória foi ampliado para o Brasil, que deu uma excelente resposta apresentando 40 trabalhos para o concurso. Nas palavras de Cristina Pérez Cantó, diretora de Comunicação da operadora, “é um orgulho para a HISPASAT, que conta com uma ampla presença no Brasil, onde atua sua filial HISPAMAR, que o vencedor na categoria de Pesquisa seja um colégio brasileiro. Este tipo de iniciativa contribui para a difusão do conhecimento sobre o setor espacial e a geração de vocações tecnológicas que alimentem futuramente os estudos relacionados com as telecomunicações por satélite”.

Este concurso buscar despertar o interesse pela ciência entre os estudantes e romper a barreira existente entre ciências e humanidades com um enfoque inclusivo de todas as expressões culturais, para o qual propõe seis categorias: pesquisa, narrativa/quadrinhos, robótica, multimídia, artística e experimental. É organizado pelo Instituto Nacional de Técnica Aeroespacial (INTA), Universidade de Zaragoza, Fundação Albireo e Universidade de Engenharia e Tecnologia (UTEC) do Peru. Colaboram também a Fundação Espanhola para a Ciência e Tecnologia do Ministério de Ciências, Inovação e Universidade, a Fundação COTEC e a revista Muy Interesante.

Sobre HISPASAT

A HISPASAT é formada por empresas com presença tanto na Espanha como na América Latina, onde a sua filial brasileira HISPAMAR está localizada. A HISPASAT é líder na difusão e distribuição de conteúdos audiovisuais em espanhol e português, incluindo a transmissão de importantes plataformas digitais de DTH (Direct to Home) e Televisão de Alta Definição (HDTV). A HISPASAT também provê serviços de banda larga e conectividade via satélite que abrangem acesso à Internet, mobilidade e backhaul de redes celulares, bem como outras soluções de valor agregado para governos, corporações e operadoras de telecomunicações nas Américas, Europa e norte da África. A HISPASAT é uma das principais companhias do mundo em receita no seu setor e a principal ponte de comunicação entre a Europa e as Américas.

www.hispasat.com

Contato de imprensa:

Natalia Cuesta – t +34 91 710 25 40 – ncuesta@hispasat.es


Este sitio web usa cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios y recoger información sobre su navegación. Si pulsa "aceptar" o continua navegando consideraremos que admite el uso e instalación en su equipo o dispositivo. Encontrará más información en nuestra Política de Cookies.